Você já assistiu uma premiação?

por / quinta-feira, 28 maio 2015 / Postado emVida de Corredor
podio

Confesso que nunca me interessei muito em assistir premiações de corridas de rua. Na época em que o meu irmão pedalava, sempre assistia porque ele normalmente era premiado ou tinha muitas chances. Sempre observava um clima de companheirismo e muita zoação nesses momentos e achava bem legal. Me encantava muito.

No dia 17 de Maio, participei de uma etapa da Track & Field Run Series etapa Boulevard Shopping em BH. Como um amigo havia ficado em 5.º lugar geral nos 5km e minha mãe ama assistir às premiações, ficamos para assistir. Minutos antes, esse amigo me pediu para assumir a câmera dele e fotografar a premiação. Eu, que estava apenas assistindo no cantinho, fui me posicionar mais à frente, no meio da galera.

Bom, a galera estava bem animada e a conversa rolava solta. O papo corria leve até começarem a chamar os vencedores. A cada atleta convocado, um comentário sobre o atleta, sobre o tempo, sobre a forma física. Que plateia analítica e cruel! Fiquei assustada com o nível da conversa. Nos dois pódios femininos, só vi uma corredora ser elogiada. Uma! E não eram só mulheres que estavam ao meu lado não! Saiu crítica a respeito de roupa, tênis, arrumação para subir ao pódio, jeito de correr, história pessoal, pace.

Eu fiquei bem incomodada. Queria muito sair dali, mas não podia. Tinha algumas fotos para tirar. Eram críticas demais! Recalque?! Talvez. Maldade?! Muita. Acho tão legal ver um pódio com carinhas diferentes, ver o esforço das pessoas que estão ali, a emoção daquele momento. Definitivamente, não gosto de ouvir esse tipo de crítica num momento que é tão feliz para tantos.

Galera, antes de criticar, coloque-se sempre no lugar do outro. Palavras ditas não podem ser apagadas. Vamos tratar os outros com mais amor, com mais carinho. Vamos correr a nossa corrida. Vamos dar o nosso melhor e não nos preocupar com o pace ou condição ou beleza ou simpatia do outro. Quem sobe ao pódio, fez a sua parte, se dedicou, abriu mão de algumas coisas, fez sacrifícios e merece muito respeito. Se não vai aplaudir ou dizer algo que acrescente, melhor nem assistir às premiações! Reconhecer o talento do outro é muito legal!

Eu sempre fui uma corredora lenta e nunca almejei pódio. Sim, já fiquei em terceiro lugar na minha categoria. Teve pódio, mas acabei não participando. Acredito que todos tentam dar o seu melhor na área que escolhem. Eu amo correr, mas realmente não tenho uma dedicação que me permita ganhar provas. Mas tenho alguns amigos que mandam muito bem e sempre fico muito feliz quando eles se superam!

Ser chamado no pódio é o reconhecimento de toda a sua dedicação e empenho. Acho muito legal! Claro que tem gente que se dedica muito, que faz o seu melhor e não atinge esse reconhecimento. É normal. Afinal, corrida se tornou um esporte popular e a cada dia mais pessoas participam das provas. Agora, só porque você não atingiu esse nível de reconhecimento vai desdenhar o esforço alheio?!

Nós corredores, que nos orgulhamos tanto de sermos abertos, amigos, companheiros, não devíamos fazer esse tipo de coisa. Até porque entendemos muito bem todos os sacrifícios envolvidos! Enquanto assistia àquela premiação, me lembrei muito de uma amiga que sempre disse que “a corrida não melhora o caráter de ninguém”. Eu sempre questionei isso, até porque tenho ótimos amigos corredores. Mas naquele dia, tive que concordar com ela.

Na verdade, esse tipo de comportamento não é exclusivo dos corredores, mas foi a situação que eu vivenciei. Vamos repensar nossas atitudes, dar uma chance para a harmonia, a felicidade, os sorrisos espontâneos! 😉

É bom refletir...

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: