Um cara espetacular…

por / quinta-feira, 19 setembro 2013 / Postado emGente que corre
acao_ronan_grande

O ano era 2011 e eu corria pela primeira vez a Volta Internacional da Pampulha, tradicional prova de rua de BH… Era uma prova de 18km e eu devia estar no km de número 13 ou 14 quando olho para o lado e um cara de muletas (!) me ultrapassa na maior velocidade! Assustei d+!!! Mais ainda, quando vi que além do cara estar de muletas, ele não tinha uma das pernas… Caramba! Como ele conseguia correr tão rápido?! Foi a partir daí que eu fui procurar informações sobre esse cara e passei a acompanhar a vida dele nas pistas…

Ronan Ronan

O nome dele é Ronan Espírito Santo!!! Ele começou a correr em 1988, sofreu um acidente em Abril de 1999 – época em que teve a perna esquerda amputada – e voltou a correr em abril de 2003. O Ronan sempre praticou esportes, se preocupava com a saúde e, após o acidente, ele não ia ficar parado vendo a vida passar, né?! Passado tempo necessário, lá estava o cara sonhando, se desafiando, superando limites e limitações! Um cara com muita garra, muita vontade e foco! Além de corredor, o Ronan é jogador de futebol também!!! O cara é d+ mesmo!!!

É claro que no início, as coisas não foram fáceis… Afinal, era uma vida nova!!! “Após a amputação eu me vi dependente e mesmo sabendo que tinha muita gente à minha volta e que eles poderiam fazer o que eu solicitasse, me sentia limitado, fraco. Ao mesmo tempo em que me sentia desanimado, eu queria reaprender a andar, fazer minhas coisas e continuar ajudando minha mãe. Procurei uma associação para ter informações sobre como tirar carteira de motorista e acabei conhecendo o futebol para amputados. A adaptação foi composta de vários fatores: família, amigos e muita força de vontade. Esse conjunto de coisas me fez enxergar que mudei para uma nova etapa da minha vida e que não estaria sozinho. Nos três primeiros meses era só revolta, mas aí veio a ajuda dos amigos, que conseguiram minha primeira prótese. Vi, naquele momento, que minha mãe e amigos ficaram muito felizes, já eu, nem tanto! Ainda não sabia o que queria dessa nova vida. Mas percebi a tempo que estava errado e que as pessoas à minha volta estavam acreditando que poderia ficar bem. A partir daí foi mais fácil… Vencemos!”

Hoje, o Ronan não corre mais de muletas!!! Desde Abril de 2012, ele corre com uma prótese específica para corrida. Eu assisti a primeira prova do Ronan com a nova prótese e confesso que foi emocionante! O próprio Ronan falou um pouquinho sobre essa experiência e classificou aquela etapa do Circuito Athenas como uma das suas provas favoritas! “Com as muletas, em 2003, eu fiz a Volta Internacional da Pampulha e foi muito marcante pra mim, pois ainda não tinha corrido após o acidente e essa foi a primeira prova sem perna. Com a Prótese, foi o Circuito Athenas foi a mais importante. Minha primeira com a lâmina! Muita gente se emocionou como eu, torceu, vibrou… Ficaram todos muito felizes”.

Ronan com Prótese Ronan com Prótese

Apesar de ter uma rotina corrida, como a de todos nós, o Ronan corre atrás do que quer. “Fora das pistas, também estou sempre correndo. Trabalho em um call center, ajudo minha mãe em um comércio, sou um dos dirigentes da Associação Mineira de Amputados e, quando sobra um tempo, me disponho a visitar outras pessoas que sofreram um acidente como o meu. Sou alguém que gosta de ajudar, pois quando mais precisei tive a ajuda necessária para não cair.” Hoje, Ronan tem acompanhamento de um treinador, faz parte de uma boa assessoria de BH, tem acompanhamento médico e se dedica 2 vezes na semana ao futebol e outras 3 às corridas. Esse cara de história impressionante, já subiu ao pódio várias vezes, viveu fortes emoções nas pistas e fora delas, seguiu em frente quando precisou e é o único amputado transfemural a correr os 21km. Ele é d+ ou não?!

Amputados Futebol

Eu admiro o Ronan muito mesmo!!!  A ponto de ficar tímida perto dele… Sério!!! Desde 2011 eu quero contar a história dele, mas a oportunidade só apareceu em 2012. Foram muitos desencontros, mudanças na minha vida de blogueira e acabei não conseguindo escrever sobre ele! O encontrei em algumas provas durante esse tempo, mas nunca me aproximei porque ele sempre está cercado por muita gente! Muita gente mesmo!!! Acabamos conversando sempre pela internet e ele sempre teve a maior paciência comigo!!! Mas esse ano, vamos nos encontrar na Volta Internacional da Pampulha! Com certeza!!!

 

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: