Na reta final, tive 3 pessoas que me apoiaram muito, que ouviram minhas reclamações, meus medos e ansiedades. A Chrys, minha amiga da vida toda, sempre me dizia o quão grande era tudo aquilo que eu estava vivendo e o quanto ela me admirava por ter me proposto o desafio e corrido muito para realizá-lo.

Outro dia, estava eu, deitada na cama, curtindo aquela preguicinha típica de todos os dias. De repente, minha mente começou a ficar agitada, a conversa que rolava despretenciosa deu lugar ao silêncio e percebi que eu PRECISAVA correr. Como assim? PRECISAR correr? Precisando, oras! Simples assim. PRECISO correr. Estou indo… Isso sempre acontece comigo! A

E lá se foram 365 dias… Parece que foi ontem! A garota que amava correr, um dia, resolveu começar a escrever sobre isso! Acho que muitos já viram esse tipo de história, né?! Depois de passar um bom tempo escrevendo para outros blogs, respirando corrida, vivendo corrida, minha vida mudou muito e tive que largar

TOPO
%d blogueiros gostam disto: