Quero Começar a Correr. E Agora?!

por / quinta-feira, 27 agosto 2015 / Postado emVida de Corredor
Dúvida

Todos os dia, recebo e-mails, directs, inbox de pessoas pedindo ajuda para começar a correr. Bom, eu sou apenas uma corredora. Não sou profissional da área e não posso prescrever treinos. Sendo assim, fui procurar profissionais que eu admiro muito para falar um pouco sobre começar a correr. O Paulo Santos, Diretor Executivo da Run&Fun BH e o Ramon Lino da Personal On foram os profissionais que me ajudaram a entender um pouco mais sobre a iniciação nesse esporte que eu tanto amo.

Para começar qualquer atividade física, já sabemos que é importante passar por um médico para saber como vai a nossa saúde. Apesar de uns e outros tentarem se esquivar desse visita ao médico, é lei (10444/12) ter que apresentar um atestado de saúde. Então, nada de bancar o espertinho e tentar fugir dessa exigência! Afinal, quem se dispõe a praticar um esporte, normalmente está em busca de uma vida mais saudável, então não faz sentido fugir do médico!

Se o indivíduo era completamente sedentário, não faz sentido algum ele resolver do nada, calçar um par de tênis e já sair correndo por aí! Mesmo que você não seja sedentário, a corrida é um esporte com o qual o seu corpo não está acostumado e ele precisa de tempos para se adaptar! “Comece devagar e, gradativamente, aumente o ritmo. Procure manter uma velocidade adequada, respeitando o conforto da atividade”, diz Paulo Santos. “Nesse começo, o ritmo ideal é aquele em que você seja capaz de manter uma conversa. Mas se conseguir tagarelar todo o tempo, é sinal de que pode intensificar o ritmo das passadas”.

Hoje em dia, é muito fácil encontrar planilhas para iniciantes em revistas, sites e afins. Você pode fazer uso desse tipo de material, num primeiro contato com o esporte, não há problema algum. Assim, você vai começar a praticar, ver se realmente é o que você estava procurando, enfim, vai sentir se é isso o que você quer. Gostou? Continue! A partir daí, as escolhas são infinitas. Você pode ser orientado por um treinador, pode contratar uma assessoria ou um personal de corrida, pode continuar sozinho, se orientando pelo seu corpo ou mesmo por planilhas genéricas. É uma questão de escolha!

Muita gente diz que o ato de correr é inerente ao ser humano, que todos sabem correr, que basta calçar um par de tênis e sair por aí. Mas não é bem assim. Segundo o Ramon Lino, ”da infância até a fase adulta, a maioria das pessoas se torna sedentária, com perdas físicas importantes, como diminuição da massa muscular, redução da flexibilidade e disfunções posturais do corpo”. Pois é. Não é só sair correndo por aí. É preciso atenção ao seu corpo, cuidado, orientação. Nem que seja da planilha da revista ou afim! Afinal, como diz o querido Paulo Santos, “iniciar sozinho não é errado, ficar sentado no sofá o final de semana todo sim”.

Se você está convencido a começar a correr, siga as dicas do Ramon Lino e siga em frente!

  • Respeite sempre o seu corpo e seja prudente;
  • Fazer um quilômetro a mais quando se está muito cansado não é recomendado e aumentar a velocidade e a distância de forma exponencial, também não;
  • Ter uma boa alimentação antes do treino é importante, mas nunca se esqueça de repor energia durante os treinos que durarem mais do que 1 hora, por exemplo;
  • O risco de lesão está muito mais relacionado à maneira como você corre do que ao tênis que usa;
  • Observe seu corpo em movimento e tente fazer uma corrida econômica. Não bata os pés com força exagerada no chão. Amorteça a queda sem girar o tronco, isto é, sem deixar os braços cruzarem a linha que divide a metade do corpo ao meio;
  • Divirta-se!

Agora você está totalmente convencido a começar no esporte, sente-se pronto para sair do sofá e não vê a hora de amarrar o cadarço do tênis e sair por aí. Fico muito feliz com a sua decisão – você não imagina o quanto! E tenho um presente para você! Na verdade, o presente não é meu, é do Paulo Santos. Clique aqui e baixe totalmente grátis um e-book Guia Básico de Corrida para Iniciantes da Run&Fun! Boa leitura e depois nos conte como foi esse início no esporte!!!

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: