Quando corrida e futebol se unem…

por / domingo, 04 outubro 2015 / Postado emVida de Corredor
Corrida do Galo

Quando corrida e futebol se unem, só pode sair coisa boa! Imagine, fazer uma prova de rua promovida pelo seu time do coração?! É tudo de bom!!! Hoje foi dia de participar da Primeira Corrida do Galo, o meu Clube Atlético Mineiro! Desde que vi o anúncio da prova, imaginei uma prova recreativa, cheia, uma manhã divertida. E foi bem isso que aconteceu! Uma corrida que já nasceu ganhando o status de uma das 3 provas mais cheias da cidade, não poderia deixar de ser uma grande diversão!

Foram 7 mil inscritos. É, as provas em BH não costumam ser tão cheias quanto em outras cidades. Acredito que seja por isso que as grandes provas não acontecem mais por aqui. Mas voltando à prova desta manhã, tivemos percurso de 5km e 10km para a corrida e corrida Kids, com distâncias entre 50m e 600m de acordo com as idades das crianças.

O tempo estava muito seco e os termômetros marcavam cerca de 32ºC na Praça da Estação no momento da prova. o percurso era plano e quase não havia sombra ao longo do trajeto. Houve sorteio de brindes, painéis para fotos com momentos importantes do time, Galo Doido (mascote do clube) estava presente e fez muito sucesso, haviam bonecos gigantes de alguns jogadores, área vip, tenda para massagens e muito mais! O trajeto fora do circuito tradicional das corridas de BH também colaborou muito para o sucesso da prova.

Eu, acordei animadíssima e desci para o local da prova na maior animação. Quando estava quase chegando, ouço gritarem o meu nome e me deparo com uma van cheia de corredores animadíssimos de Itabirito que chegavam para a prova. Que delícia já encontrar essa turma animada antes de chegar ao local da corrida! Quando adentramos a arena do evento, percebi que o tempo quente e seco seria o meu maior desafio nessa prova. Mas estar na corrida do meu time do coração, vendo as pessoas tão animadas, mexeu bastante comigo.

Quando a Charanga do Galo começou a tocar o hino do clube, a galera foi ao delírio! Eu, que já fiz parte de torcida organizada, que tive uma fase enlouquecida pelo time, fiquei mais do que animada! Pensei várias vezes que aquela seria uma das corridas mais especiais da minha vida! Fazer parte daquilo era muito bom! Mas a preocupação com o tempo seco não me deixava em paz.

Sofro bastante com o tempo seco. Meu nariz costuma sangrar, a pressão cai, não me sinto bem mesmo. Diante daquele sol, do calor que subia do asfalto, da ausência de água para tomarmos antes da prova, fui ficando tensa. Me alinhei com a cabeça a mil! Mas quando o locutor pediu que cantássemos o hino do clube, fez a contagem regressiva e a largada foi dada, não pensei mais em nada, só queria correr aquela prova!

Na altura do km 2, a Charanga tocava o hino do clube em uma esquina e a emoção tomou conta! Que delícia estar ali! Nem o tumulto que havia acontecido no primeiro posto de água, conseguiu diminuir a minha alegria por estar correndo aquela prova! Mas com 2,3km de prova, meu nariz começou a escorrer. Quando encostei no meu rosto para limpar o nariz, percebi que era sangue.

Charanga linda!!!

Charanga linda!!!

O que eu mais temia, estava acontecendo. Nessas horas, não se pode desesperar. Diminuí o ritmo totalmente, comecei a caminhar, molhei o nariz, abaixei a cabeça e pressionei as narinas. Eu pouquíssimo tempo o sangue estancou. A partir daí, caminhei um pouco, fui molhando as narinas para amenizar os efeitos do tempo seco e segui assim por uns 500 metros. Problema resolvido, voltei a correr. Pena que não durou muito tempo. A prova estava tão cheia e tinha tanta gente caminhando, que correr era completamente inviável. Simplesmente não dava! Só consegui voltar a correr cerca de 700 metros antes da linha de chegada.

Foi muito bom participar de uma prova tão festiva, uma pena que correr não era o objetivo principal dos participantes! Como não tenho corrido com regularidade e participado de provas com tanta frequência, eu realmente queria correr, mas não foi possível. Ouvi muita gente reclamando disso também, mas ao que tudo indica, a estrutura foi toda montada para uma prova festiva.

Foi muito bom!!!

Foi muito bom!!!

Cruzar a linha de chegada, comemorar com os amigos, falar muito sobre futebol e o nosso amor pelo time foi sensacional!!! Amei a iniciativa! Espero que nas próximas provas a hidratação seja melhor, as filas menos longas e a pista um pouco mais larga. Espero poder correr de verdade! Bom, eu queria uma medalha um pouco mais bonita, mas até que a galera gostou bastante das medalhas e dos troféus que foram distribuídos por categorias (faixa etária).

Diversão foi pouco...

Diversão foi pouco…

Tudo valeu a pena! Amo essa ideia de unir futebol e corrida e acho o máximo os times estarem despertando para isso!!! Que venham mais provas divertidas e com tanta gente feliz reunida!!!

Reunir essa turma apaixonada pelo Galo e pela corrida foi tudo de bom!!!

Reunir essa turma apaixonada pelo Galo e pela corrida foi tudo de bom!!!

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: