O Abacate é rei!!! Pena que eu demorei anos para descobrir…

por / quarta-feira, 18 dezembro 2013 / Postado emSer Saudável é uma Delícia
Abacate

Eu fui criada comendo abacate! No quintal da minha avó tinha um pé dessa fruta e minha mãe colocava na minha mamadeira… Amo até hoje! Vício mesmo!!! Até outro dia, sempre falava com a minha mãe que a culpa de eu ser gorda era do abacate que ela colocava na minha mamadeira… rs rs! Mãe, me perdoa!!! Você estava simplesmente cuidando da minha saúde e eu ficava te julgando! Enquanto meus irmãos tomaram muito Mucilon (coitados!), eu fui criada com abacate!!! Abacate era o que tinha e eu tomava batido com água e açúcar! Tirando o açúcar, pouca coisa mudou… Mas vamos aos benefícios dessa fruta que eu tanto amo!!!

Boa parte dos benefícios do abacate é mérito do ácido oleico – a mesma gordura boa do azeite de oliva. Presente na polpa numa proporção excepcional, ele aumenta a sensação de saciedade  e adia a fome. Também baixa a carga glicêmica da refeição e reduz a inflamação nas células (tchau celulite!), o que resulta em menos gordura no corpo. Eis aí um atrativo e tanto para quem vive de olho no ponteiro da balança.

Se consumido na hora de dormir, o abacate promove outro efeito:  intensifica a ação do GH, hormônio do crescimento, que tem o pico de produção à noite. Marombeiros de plantão, invistam no abacate!!! No adulto, o GH ajuda a formar músculos e faz o organismo usar a gordura estocada como fonte de energia. Além de forte, você fica magrinho!!! E eu ainda culpava a minha mãe pelo abacate?! Perdoa, mãezinha!!! Era falta de conhecimento!!! Já aprendi e sempre que como o meu abacate, lembro com carinho das mamadeiras preparadas por você e pela vó Juju!!!  Duas colheres de sopa de abacate antes de dormir, aumentam a ação dos hormônios responsáveis pela queima de gordura durante o sono. Estudos ainda demonstram que quando o seu consumo está associado a uma dieta equilibrada, o abacate combate a ação do cortisol, um hormônio que favorece o acúmulo de gordura no abdômen e atiça a fome e a vontade de comer doce.

O abacate é rico em substâncias antioxidantes, que têm demonstrado uma ação protetora contra o desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares e o câncer. Entre elas, o abacate contém uma boa quantidade de substâncias chamadas pró-anticianidinas, que atuam diminuindo a oxidação das gorduras no sangue — o processo de oxidação das gorduras leva à formação de placas de colesterol nas artérias. Outras substâncias antioxidantes do abacate são os carotenóides beta caroteno, alfa caroteno, luteína e zeaxantina, que podem ter ação preventiva em alguns tipos de câncer, como o de mama, e diminuem o risco de doenças oculares como degeneração macular e catarata.

A fruta também é muito rica em gorduras insaturadas, especialmente as monoinsaturadas. Estas gorduras ajudam a diminuir o nível de colesterol total e de colesterol “ruim” (LDL-c) no sangue, e a aumentar o colesterol “bom” (HDL), oferecendo assim um efeito protetor contra o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. As gorduras também fazem com que a absorção dos carotenóides pelo organismo seja maior. Outro tipo de gordura encontrada no abacate são os chamados fitosteróis. Estudos clínicos mostram que, em grandes quantidades (acima de 2 g/dia), os fitoesteróis diminuem o nível do LDL-c no sangue.

Além das gorduras do “bem”, o abacate é uma boa fonte de fibras alimentares solúveis e insolúveis. O consumo de fibras ajuda no controle das taxas de colesterol e de açúcar no sangue e diminui o risco de certos tipos de câncer, como o de cólon. O folato (vitamina B9) é essencial para a produção do material genético e ajuda a prevenir más-formações fetais. É indicado para todas as mulheres em idade fértil. E a vitamina C, que também tem ação antioxidante, é importante para proteger o organismo de infecções, manter a saúde de ossos, cartilagens e mucosas e facilitar a absorção de ferro.

O Abacate abaixa a carga glicêmica da refeição e reduz a inflamação nas células, o que resulta em menos gordura no corpo (além de manter sua taxa de açúcar, caso você tenha diabetes). Também aumenta a absorção do licopeno, famoso antioxidante presente principalmente no tomate, auxiliando na construção da tal da barriga chapada. Ajuda a controlar os níveis de cortisol, o hormônio do stress que, em excesso no organismo, dificulta a perda de peso. Ele possui  beta-sitosterol, que age como um anti-inflamatório, fazendo com que as células do organismo exerçam melhor suas funções. Isso não só facilita a dieta como diminui o aparecimento de rugas precoces e celulite. A pele também fica mais bonita porque o abacate tem substâncias antioxidantes como as vitaminas A, C e E.

Após cortar o abacate, a polpa, em contato com o ar, escurece rapidamente. Para retardar o escurecimento do abacate, corte-o com faca de aço inoxidável e pingue algumas gotas de limão sobre a polpa. Se apenas metade do abacate for usada, deixe o caroço encaixado na outra metade e guarde na geladeira. Isso atrasa o processo de deterioração.

Informações Nutricionais do Abacate

A minha receita com abacate é até boba, mas é um creminho que eu amo e que tomo sempre que encontro abacate para comprar! À noite, claro!!!

Creminho de Abacate da Aline:

Creminho de Abacate

3 colheres de sopa de polpa de abacate

1 scoop de whey protein sabor baunilha

Água para dar a consistência desejada

2 colheres de sopa de aveia em flocos

Bata tudo no liquidificador (exceto a aveia) até a consistência de creme. Sirva o creme e cubra com aveia.

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

Comentários

TOPO
%d blogueiros gostam disto: