Histórias Inspiradoras de Casais Corredores…

por / sexta-feira, 12 junho 2015 / Postado emGente que corre
corrida_parque_casal

Eu queria escrever sobre casais que correm. Escrevi em alguns grupos do Facebook para que os casais enviassem suas histórias. Recebi tantos e-mails, tantas histórias interessantes, que daria para escrever um livro! Amei ler cada uma delas! Eu sempre acreditei que a corrida une mais os casais e a performance melhora por ter um incentivo a mais. Mas descobri que que além disso, casais que correm, independente de treinarem juntos ou não, passam a viajar mais para correr, incentivam mais pessoas a praticar o esporte, socializam muito mais com outros corredores, passam mais tempo juntos por causa dos interesses em comum, não engordam por causa do namoro e se descrevem muito mais felizes que os outros casais!

O Ronaldo Guidi, conheceu a Karla Palacio através de um amigo. Ele corria e ela também, mas não se conheceram através da corrida. A corrida foi um ponto que os uniu, segundo o Ronaldo. Quando se conheceram, a Karla nunca tinha corrido 10km e o Ronaldo começou a incentivá-la a aumentar as distâncias. Hoje, ela já corre 25km e o ele está tentando convencê-la a correr uma Maratona. Até os amigos que fizeram por causa da corrida são os mesmos. No início do ano, o Ronaldo fez o desafio do Dunga, na Disney. Quem o acompanhou nos 5km, 10km e 21km?! A Karla, claro!!! Aos sábados, eles treinam juntos na USP, já fizeram provas de aventura, algumas Meias Maratonas e, no próximo ano, ele vai correr a Comrades e a Karla vai acompanhá-lo nessa viagem, claro! Segundo Ronaldo, o fato da Karla ser uma ótima companheira e incentivadora dele nos treinos e provas faz toda a diferença no relacionamento, ele acredita que se não existisse esse amor pela corrida, talvez a história fosse completamente diferente. “Fazemos nossos treinos longos aos sábados na USP, e acredite, ela acorda junto comigo às 04h:50 da manhã para irmos treinar. Todos os nossos amigos nos chamam de loucos, mas admiram o quanto a Karla é companheira. O fato de nós dois adorarmos correr, faz com que sempre conversemos sobre as próximas corridas, objetivos de tempo e recorde. O fato de corrermos juntos é muito bom, mas a cobrança por melhora de performance é muito maior também.” Pois é, o Ronaldo confirmou a minha teoria de que o relacionamento entre corredores faz com que a pressão para melhorar a performance, seja maior. Afinal, como diz o Thiago Vinhal, “ninguém quer ser feio”!!! E esse companheirismo e incentivo, realmente unem mais o casal.

Ronaldo e Karla

Ronaldo e Karla

A história da Glenda Bergamaschi e do Daniel Barbosa começou pela internet. Eles faziam parte do grupo “Corredores Solteiros” do Facebook. Para estreitar as relações, foi criado um grupo no Whatsapp também e foi aí que a conversa passou a ser mais descontraída, as afinidades surgiram e, apesar da distância, eles resolveram se arriscar e estão juntos há 7 meses. Muitas corridas rolaram, a ponte aérea é frequente, já que ela mora em Vila Velha e ele no Rio de Janeiro. Segundo a Glenda, foi o amor pela corrida que a uniu ao Daniel. Eles têm até uma planilha onde consta o calendário anual de corridas e as provas do casal que eles usam para se organizar e correr juntos sempre que possível. Os dois vão estrear juntos na Meia Maratona em Julho, numa das provas da Maratona do Rio. “Confesso que namorar um corredor é deliciosamente estimulante, pois além de dividirmos a mesma paixão pelo mesmo esporte, é gratificante o incentivo que nos damos, sendo longe ou perto, nunca deixamos um ao outro desanimar ou desistir. Somos além de namorados, companheiros e “parceiraçoosss” como o Daniel diz”! Mesmo à distância, um incentiva o outro, eles não treinam juntos sempre, mas quando podem, fazem tudo juntos. E se não fosse o amor pela corrida, talvez não tivessem se encontrado.

Glenda e Daniel

Glenda e Daniel

E quando você não está naquela fase tão boa da corrida e alguém resolve te incentivar? Pode ser bem legal. A Flávia é assim, tem fases em que ela é super dedicada, treina muito bem, se esforça, dá o sangue, mas tem horas em que ela não quer correr, prefere dormir, se dedicar a outras coisas mesmo. Eu entendo bem esse jeito dela e acredito que a maioria dos corredores passa uma vez ou outra por esse tipo de situação. Acontece que a Flávia namora com o Maurício, que é um corredor super dedicado. Ele não perde nenhum treino, faz tudo certinho e corre literalmente atrás dos objetivos. A Flávia é uma corredora experiente. Já correu a Maratona de Chicago! Eles se conheceram numa prova. Os dois haviam acabado de sair de um longo casamento e se encontraram numa corrida. Ambos foram convidados por amigos a correr a Star Wars na virada da noite do dia 03 para 04 de Maio do ano passado. Foram para a prova e, ao final, a turma resolveu ir comer um sanduíche e a confraternização foi bem animada. No dia seguinte, as fotos foram postadas nas redes sociais, pessoas adicionadas aos contatos, comentários rolaram para lá e pra cá e o Maurício resolveu convidar a Flávia para almoçar. “Almoçamos, batemos um longo papo e a química foi imediata! Pra retribuir a gentileza, eu o convidei pra jantar na semana seguinte e já começamos a namorar! Já estamos juntos e felizes há 1 ano! No ano passado, enfrentei mais um período de preguiça e o acompanhei na corrida de longe. Eu dormindo nos sábados de manhã e ele acordando pra fazer os longos… Ele sempre brinca que levou gato por lebre! Me conheceu correndo e depois que começamos a namorar, só me via dormindo! No início deste ano ele passou a correr na minha assessoria e minha motivação pra correr começou a voltar!” Pois é, a Flávia voltou a se empolgar com a corrida!!! E os dois foram sorteados para a Maratona de Nova York!!! “Desde então, formamos uma boa dupla: eu conto pra ele um pouco da minha experiência de correr uma maratona, dos treinos preparatórios, etc e ele me joga da cama aos sábados pra fazermos os longos! E que venha NY!!! E que venha mais um ano juntos!” E no ano passado, a Flávia Reame e o Maurício Martinelli vieram a Belo Horizonte correr a Volta Internacional da Pampulha!!!

Flávia e Maurício

Flávia e Maurício

Gente, é tanta história interessante, que passei dias lendo os e-mails, fazendo perguntas, me inspirando para escrever. Infelizmente, não consegui contar a história de todos os casais, mas sintam-se representados!!! Eu amei conhecer mais um pouquinho sobre a história de vocês com a corrida, sobre os relacionamentos e aprendi muito com todas as histórias que eu li! Este ano, estou solteira e vou comemorar a data correndo!!! E vamos que vamos!!! Correndo, sorrindo, amando…

Desejo muita felicidade aos casais e que vocês possam correr, sorrir, sonhar e se inspirar!!!

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: