Encontro de Almas na Corrida

por / quarta-feira, 10 junho 2015 / Postado emVida de Corredor
Bruno e Soraya Golden Four

Ele começou a correr porque precisava perder peso. Ele não aceitava aquele peso extra. Convidou o pai para começar a correr e em 3 meses já havia eliminado os 25kg que não o pertenciam. Além de um novo corpo, ele se descobriu apaixonado pelo novo esporte. Nas palavras dele, viciado. Além do novo corpo, a corrida trouxe de brinde mais auto estima e redução drástica do stress. A vida mudou como um todo. Ele corria sozinho, sem orientação, só no instinto e com muita sede de superação, Não demorou para que as lesões aparecessem… Após algumas lesões, ele parou de correr. Até que não deu mais conta de ficar parado e resolveu voltar.

Em Janeiro deste ano, depois de fazer alguns amigos num grupo do Facebook, se animou a voltar para a corrida. A intensão do grupo era fazer amizades, marcar treinos, acrescentar mais corrida na vida real. Do grupo do Facebook, surgiu um grupo no Whatsapp e a conversa rolava solta. Um dia, surgiu no grupo do Whatsapp uma conversa de que corredores tinham que namorar outros corredores por causa dos treinos longos e provas nos finais de semana, os cuidados do pré prova e toda a rotina esportiva que poderia ser compartilhada. Ele, que já gostava bastante de trocar ideias com ela, não deixaria passar em branco. Como foi ela quem começou a conversa, ele já foi logo falando que queria muito namorar uma corredora. Claro que o restante do grupo entendeu a deixa e começou a botar a maior pilha para que um novo casal se formasse! Tudo começou com essa montagem que fizeram no grupo:

Eles gostaram da brincadeira!

Eles gostaram da brincadeira!

 

Depois de muito incentivo de todo o grupo, eles marcaram de se encontrar no dia 13 de Fevereiro. É, realmente havia uma química boa ali. Desde então, passaram a treinar sempre juntos. Ela morava em Copacabana e ele na Zona Oeste. Treinavam na orla da Zona Sul. Marcar treinos bem cedinho era uma estratégia para dormirem juntos e treinarem antes de ir para o trabalho. Tudo estava acontecendo muito rápido e eles estavam planejando morar juntos. Já falavam em casamento também, mas sem pressão, sem datas, sem grandes expectativas.

Ele queria pedir a mão dela em uma corrida. No dia 12 de Abril, os dois estreariam numa Meia Maratona. Ele pensou: “Por que não?” Foi assim que ele se juntou a um casal de padrinhos, mandou fazer um banner, comprou as alinaças e resolveu fazer uma surpresa. Após terminar a prova, ele a esperou na linha de chegada. Ela não desconfiou de nada, não esperava mesmo. Foi uma grande surpresa… Ele fez o pedido e ela aceitou.

O pedido

Eles dizem que foi um encontro de almas. O tempo de convivência não é tão longo, mas foi suficiente para terem certeza de que querem passar o resto da vida juntos. No sábado, ele fazem 4 meses de namoro. E querem comemorar o grande encontro da vida deles, celebrar o amor. Bruno diz, que eles juntaram não só as medalhas, mas os corações (eita garoto romântico). Hoje, eles moram juntos e pretendem se casar no próximo ano.

A troca de alianças

Um casal unido pela corrida e com sede de viver tudo o que há para viver… Um história linda!

Parabéns pela coragem, Bruno e Soraya!!! Que Deus abençoe o amor de vocês e que venham muitos kms de sorrisos e companheirismo!!!

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: