Como tudo começou…

por / domingo, 29 junho 2014 / Postado emGente que corre, Vida de Corredor
recomeco

Eu realmente sumi muito deste Blog. Foram 37 dias sem publicar um novo texto! Muito tempo… Mas não estou numa fase legal da minha vida e, penso que escrever sem emoção, sem que meu coração esteja feliz com isso, não é legal! Por isso sumi! Mas estou tentando voltar! Tenho feito um trabalho psicológico muito grande e uma readequação de planos e metas. Vai dar certo! Sei que vai!

Hoje, estava relendo alguns textos e me deparei com o meu primeiro texto para um blog. O meu primeiro texto sobre CORRIDA. Um texto antigo, de 3 anos atrás, mas que me motivou bastante. Um texto que me mostrou que eu sou capaz. Bom, chega de blá, blá, blá e vamos ao texto!

*Texto originalmente publicado no Blog do Mundo Corrida em Abril de 2011

Mundo Corrida

Um dia,decidi ser feliz, resolvi mudar de vida, quis ser diferente, fazer o que queria. Mudei. Já fui 21 km menos interessante, 17 kg menos esforçada, extremamente estressada e nada disciplinada. Um dia, deixei uma vida para trás e resolvi criar uma nova. Descobri que ser feliz era uma escolha e que isso era o que eu realmente queria. Passei a me cuidar, deixei para trás o que não me fazia bem, apaguei lembranças, histórias, defeitos… Corri. Corri com vontade, me permiti ter sonhos, objetivos, metas reais. Descobri um mundo mais bonito, mais colorido, mais agradável. Um mundo que combinava comigo, um universo que contribuía para a minha felicidade.

Meu nome é Aline Oliveira, tenho 28 anos, sou Relações Públicas, apaixonada por corrida e uma curiosa de plantão. Resolvi mudar de vida e ainda estou em meio a esse processo. Corro desde 2008 e sempre tive uma relação estranha com esse esporte. O tal bichinho da corrida demorou a me encontrar, mas quando ele me achou… Fui arrebatada!!! Acho que surtei. Defendi meu direito de correr com unhas e dentes e agora estou aqui, escrevendo sobre corrida e com um friozinho na barriga… Mas vamos que vamos! Desafio é sempre bom e vou encarar este de frente.

Desde criança pratico esportes. Comecei a nadar quando era quase um bebê e o fiz por mais de 10 anos. Pessoa inquieta que sou, pratiquei de tudo: tênis, lutas, vôlei, handebol, basquete, dança, bike, futebol e muito mais. A verdade é que sou louca por esportes, mas há um probleminha que às vezes me impede de praticá-los. Tenho uma má formação nos joelhos. Aos 7 anos de idade, descobriu-se num acidente doméstico que a minha rótula se deslocava. Médicos, médicos e mais médicos. Bom, a rótula deslocava não se sabia por que e eu passava algumas semanas com a perna imobilizada. O probleminha não podia ser em apenas um joelho, era nos dois.

Quando sofria uma lesão, o médico sempre dizia: – Não pode praticar esse esporte! Então eu parava. Sofria, chorava e, após um longo tempo, escolhia outro. Até ter outra lesão. Foram muitos anos assim. Ainda bem que a medicina evoluiu! Hoje, sabemos que é uma má formação que faz com que a rótula se desloque em situações específicas em que uma determinada angulação do joelho coincide com o movimento de rotação do mesmo. Complicadinho.  Bom, nunca vou saber que ângulo é esse, mas sei que não vou mais deixar de fazer o que amo! Já larguei muita coisa para trás e aprendi a ouvir meu corpo e saber seus limites. Sei o que posso, o que não posso e do que sou capaz. Correr, às vezes é um sacrifício, mas faço com paixão. Me supero!

Na minha vida, correr, além de paixão, é superação. Cansei de ouvir que não podia, que não devia. Eu quero e posso! Hoje, tenho total consciência do que quero e a cada dia, querer é mais e mais poder. Vou escrever para vocês sobre isso, sobre pessoas que não se curvam diante de problemas. Serão histórias de transformação, superação e motivação. Pessoas reais, histórias verdadeiras, intensas. Emoções, paixões, loucura, corrida, corrida e mais corrida.

Infelizmente, o Mundo Corrida fechou… Foi muito estranho estar em São Paulo e ver aquela porta vermelha fechada, a placa de “Aluga-se” na fachada daquela casa fantástica, mas a vida segue é pra frente e gosto de acreditar que coisas melhores virão para todos! Serei sempre muito grata por ter começado ali, por ter aprendido muito com as várias equipes com as quais trabalhei. Foram tempos muito bons!

Hoje, tenho 31 anos, já eliminei 32kg, corri 3 Meias Maratonas (na época do texto, só corria provas de 5km) e espero correr no mínimo mais 2 esse ano! Continuo apaixonada por esportes, principalmente por corrida e acredito que podemos ser a cada dia melhores! Amo histórias de superação e principalmente de escutar e falar sobre elas. Espero que mais mudanças aconteçam e vou seguir em frente com Fé, disciplina, coragem e sorrindo para a vida! Vambora?!

Tem uma história legal de superação? Conhece alguém com uma história legal? Entre em contato! Vamos mostrar essas histórias para o mundo!!! Me mande um e-mail (aline@corraleve.com.br), escreva no Facebook, escreva nos comentários, enfim, me dê um sinal de fumaça!!!

Aline Oliveira
Apaixonada pela vida, por esportes, pessoas e suas histórias. Curiosa sobre o mundo e eterna aprendiz. Depois de anos proibida de praticar os esportes que amava devido a um probleminha nos joelhos, resolvi me arriscar. Não aceitei largar a corrida e hoje sou uma corredora muito feliz!!!

TOPO
%d blogueiros gostam disto: